Notícias do Mundo — 18 agosto 2011

O papa Bento XVI chega em Madri nesta quinta-feira para uma visita de quatro dias. Ele participará do festival: Dia da Juventude Mundial Católica.

Grupos locais de gays e lésbicas e ativistas pró-aborto são esperados para participar dos protestos. O Papa Bento XVI deve ser recebido na quinta-feira, em Madri, por um beijo gay coletivo, organizado por grupo de ativistas espanhóis com o objetivo de protestar contra as políticas da Igreja Católica.

Com gritos e cartazes de “menos religião e mais educação” e “menos crucifixo e mais trabalho fixo”, mais de cinco mil pessoas criticaram o aproveitamento político do encontro que reúne apenas católicos. Na quarta-feira à noite, houve confrontos entre manifestantes contrários à visita do papa e pessoas que aguardavam a visita do pontífice. Os ativistas que se opõem à presença de Bento XVI na Espanha estão protestando contra os custos do evento, são os ateus, republicanos indignados e o movimento LGBT.

Em nota, a Federação Estatal de Lésbicas, Gays, Transexuais e Bissexuais (FELGTB) acusou a JMJ de ser “discriminatória e excludente”. A entidade também incentivou os jovens a defenderem uma sexualidade “livre, plural, segura e prazerosa”.

A Igreja Católica da Espanha, cuja imagem foi manchada por sua estreita relação com o general Francisco Franco durante sua ditadura de 36 anos, entrou em conflito com o governo socialista do primeiro-ministro Jose Luis Zapatero sobre os direitos dos homossexuais e o aborto.

Em 2005, a Espanha se tornou o terceiro país do mundo a legalizar o casamento gay. A lei, promovida por Zapatero, apesar da oposição da igreja, permite que casais homossexuais adotem crianças, algo que é um anátema para o Vaticano. Quando Bento visitou pela última vez a Espanha em novembro de 2010, ele foi recebido por centenas de manifestantes gays que beijou publicamente na Catedral Sagrada Familia de Barcelona .

A agenda de Bento XVI inclui uma visita na sexta-feira numa cidade (El Escorial) aos arredores de Madrid, que está perto do monumento Franco de Valle de los Caidos. Mas o destaque acontecerá no encerramento do domingo na Cuatro Vientos aeródromo, onde o altar será uma árvore de ouro destinada a proteger o pontífice do sol escaldante espanhol .

A missa deve atrair cerca de dois milhões de pessoas. Duzentas cabines portáteis brancas para confessar serão alinhadas em um parque de Madrid, selada com fita da polícia, pronto para confissões em massa no sábado, em uma “Celebração do Perdão”.

Leia mais sobre esse assunto (em inglês) www.reuters.com

Share

About Author

deolhonelas

(0) Readers Comments

Comments are closed.


Warning: Parameter 1 to W3_Plugin_TotalCache::ob_callback() expected to be a reference, value given in /home3/soninic1/public_html/deolhonelas/wp-includes/functions.php on line 3509