Claudia Guedes Colunistas — 14 julho 2011

Era 25 de fevereiro, manhã de verão, pós carnaval… ela pisou na avenida. Não sabia muito bem o significado da fantasia… mas vestiria. Que importância teria, uma vez que carnaval ja não existia?

Os livros empilhados  mala adentro, passagens e oito horas meia dentro de um veiculo cheio de outros 40 passageiros, ela seguia rumo a novas estacões. Entre Rio de Janeiro e Minas Gerais ela ja conhecia as montanhas do caminho e as ilhas de perguntas que se amontoavam cada vez que uma outra moça lhe cruzava o caminho. Agora ela seguia para Sao Paulo, grande cidade com milhões e mais milhões de pessoas, curiosa da “diselegância discreta de suas meninas”…

Das perguntas as experiências, aprendi a deselegância discreta da meninas de São Paulo, a abertura e a loucura das boates gays de Campinas. Ainda não havia para mim a completa tradução do que seria ser lésbica e carregar todos os estereotipos que vem com o rótulo. O termo lésbica tinha uma conotação pesada, quase que uma ofensa.  Com o tempo, o estudo de Sappho e suas belas poesias, e a visita a ilha de Lesbos reconheco a beleza do termo lésbica e a poesia de mulheres que amam mulheres. O conhecimento de que gostar de uma outra mulher foi escolha faz com nao haja muitas explicações para as minhas dúvidas de 23 anos atrás.

De São Paulo me mudei para San Francisco na California e ainda me lembro do alivio de poder dizer: minha namorada, minha parceira e hoje minha esposa (casamos no Brasil ano passado). O prazer de dizer a verdade, andar de mãos dadas, abraçadas, sem medo de ser o que sou.

Conheço mulheres maravilhosas, criativas, produtivas, interessantes, generosas que fazem belos eventos como por exemplo o Fabulosa Festival de saúde, artes e música que acontece todo ano a 90 quilômetros ao norte de San Francisco no Walker Creek Ranch, California. Este ano será no próximo final de semana (15, 16 e 17 de Julho). Este evento arrecada dinheiro e distribui para grupos de suporte a comunidade jovem de Lésbicas Gays Bissexuais e Transexuais.

Durante tres dias acontecem shows de bandas femininas locais, programas com Dj’s em volta do lago, jogos e uma exposição de artes e jóias. Tudo gira em torno de um conceito de vida saudável, sendo que paralelo ao evento acontecem os workshops de massagem, dieta, terapias, yoga e meditação. No ano passado fui convidada a dar aulas de yoga as 7 da manha, claro que tinha dado por impossivel ter alguem as sete da manha fazendo yoga depois de shows e festas nos acampamentos. Para minha surpresa, as duas aulas lotaram e todos os workshops tiveram um público interessado e bastante participativo.

Fabulosa é um evento feminino, dotado de uma energia bastante positiva e cheio de elegância…não muito discreto, mas elegante! Visite o site (em Inglês): Fabulosa Fest

Volto a escrever de la, desta vez com fotos.

Claudia Guedes

Para conhecer mais sobre a nossa querida e talentosa colaboradora Claudia Guedes visite o seu Blog (em Inglês) thegirltheserpentandthedog.blogspot.com

Visite nossa Galeria de Fotos:

http://www.deolhonelas.com/2010/fabulosafest

http://www.deolhonelas.com/2009/fabulosa-fest

artigos relacionados

Fabulosa Dawn Huston

Fabulosa Dawn Huston

agosto 01, 2011

Share

About Author

Claudia Guedes

(0) Readers Comments

Comments are closed.


Warning: Parameter 1 to W3_Plugin_TotalCache::ob_callback() expected to be a reference, value given in /home3/soninic1/public_html/deolhonelas/wp-includes/functions.php on line 3509